Manter a Wiki no ar gera custos, nos ajude com isso nos apoiando através de https://apoia.se/runarcana com qualquer valor!

Vários Tiers de recompensa trazem recompensas especiais aos que apoiam continuamente.

Shurima

From Runarcana Wiki
This page contains changes which are not marked for translation.

Este artigo está em conformidade com a versão 0.93 do Runarcana RPG

“O império de Shurima um dia foi uma civilização próspera que habitava um vasto deserto. Após uma era de crescimento e desenvolvimento, a queda de sua reluzente capital deixou o império em ruínas. Por milênios, os contos da gloriosa cidade de Shurima tornaram-se mito e religião entre os descendentes dos sobreviventes dispersos. A maioria dos habitantes nômades de Shurima buscam por sustento básico em uma terra impiedosa. Alguns defendem pequenos postos militares construídos ao redor de um pequeno número de oásis. Outros caçam riquezas enterradas entre as ruínas do império decaído, ou conseguem trabalho mercenário, recebendo em moeda por feitos antes de desaparecer nas areias. Hoje, as tribos estão agitadas por sussurros do coração do deserto: a cidade de Shurima levantou novamente.”

Depois da queda de Shurima, a antiga grande cidade afundou nas areias de onde veio. Tempestades de areia encheram a bacia, enterraram o Disco Solar e deixaram os sobreviventes com nada além de deserto.

Aos poucos os Shurimanes que permaneceram se dividiram em tribos se espalhando por onde outrora fora o grande império solar.

Vários portos e cidades ao norte de Shurima se juntaram voluntariamente ao império Noxiano, os habitantes nativos desses assentamentos vivem em relativa paz com seus vizinhos noxianos e veem a permuta de alimentos e o acordo comercial como um preço que vale a pena pagar em troca da proteção militar contra invasores.

Ao contratar catadores shurimanes por uma miséria e vender os artefatos encontrados para os noxianos ocupantes, alguns mercadores inescrupulosos ficaram muito ricos rapidamente.

Personagens

Ao criar um personagem dessa região, você recebe proficiência com os seguintes:

Idioma. Shurimane

Perícia. Escolha uma entre: Acrobacia, Arcanismo, Atletismo, Enganação, Furtividade, Intimidação, Intuição, Investigação, Lidar com Animais, Percepção, Persuasão, Prestidigitação, Religião ou Sobrevivência

Arma. Escolha duas duas armas para ter proficiência entre: uma arma simples, cimitarra, espada curta, espada grande, espada longa, glaive, khopesh, lança longa, manopla, rapieira, tridente, arco longo, rede ou zarabatana

Ofício. Escolha um entre: um ofício de Artesão, Jogador de Baralho ou Navegador

Nashramae

Porto de Shurima que ficou famoso por sua seda, pela réplica do Disco Solar e pelo festival em homenagem a Rammus é até o presente momento uma das únicas cidades remanescentes do antigo Império. Por ser uma zona portuária, sobrevive em muito graças à pesca e ao comércio com muitas outras regiões.

Cascata Zoantha

Sabe-se que o movimento das dunas do deserto pode talhar caminhos através das pedras, escorregando pelos penhascos em grandes cachoeiras de areia. Tradicionalmente, os shurimanes atiram objetos queridos nas areias como presentes para os Ascendentes. Por causa disso, essas cascatas são bons locais para caçadores de tesouros lucrarem.

A Cidade dos Jardins

Essa cidade, que já foi vibrante e bela, foi destruída durante as apocalípticas Guerras Rúnicas. Dizem que toda a população foi aniquilada em uma noite terrível, e a cidade totalmente destruída... tudo o que resta agora são as ruínas.

O Vale da Canção

O nome desta passagem remota vem dos assobios desorientadores que surgem quando o vento passa forte o suficiente pelas estruturas ocas de pedra. Muitos viajantes desavisados se viram à mercê dos saqueadores surdos que espreitam o vale durante a noite.

O Mercado de Medumarca

Erguido na caixa torácica de algum gigante do deserto há muito morto, diz-se que qualquer coisa sob o sol pode ser encontrada nos bazares de Medumarca... pelo preço certo.

Nômades de Shurima

Catadores

Os catadores de Shurima vivem pilhando comida, itens valiosos e mercadorias. Em geral, eles adentram as ruínas de cidades abandonadas e destruídas pela areia. Catadores são os principais alvos para saqueadores quando se locomovem a pé, então eles normalmente montam em nadadores da areia para evitar emboscadas.

Saqueadores

Os saqueadores de Shurima sobrevivem não através do comércio, mas da violência. Esses bandos normalmente tentam se esconder no ambiente a fim de atrair viajantes incautos para armadilhas antes de matá-los, levando seus pertences e, em casos muito raros, comendo-os. Estes salteadores nômades são conhecidos por sua agilidade, usando suas braçadeiras de osso endurecido e lanças para se lançarem contra suas vítimas em velocidades aterrorizantes.

No topo dos Dormuns

Alguns shurimanes escolheram viver sua existência nômade no topo de criaturas gigantes e lentas conhecidas como dormuns. Protegidos por placas de quitina, os dormuns evoluíram para sobreviver à seca eterna e condições severas de Shurima. Os montadores de dormuns limpam a criatura e caçam quaisquer pestes aéreas que se aproximam, enquanto os dormuns usam sentidos desconhecidos para localizar reservatórios escondidos de água. Os montadores de dormuns usam ganchos em garra para atravessar a complexa série de cordas que conecta as habitações da vila móvel. Assim que um deles fica velho demais para “andar pelas cordas”, eles são levados até o chão para viver pelo resto de seus dias como um habitante da terra.

O Disco Solar

A ferramenta usada pelos antigos shurimanes para ascender à divindade. Ela foi destruída junto com o império, mas agora volta para banhar-se ao sol mais uma vez.

Criado sob a orientação dos targonianos, o grande Disco Solar trouxe o favor dos poderes celestiais divinos a Shurima. Assim que ficou completo, dizem que as águas da vida fluíram pelos cânions que circulavam a cidade, trazendo vida ao deserto.